Categorias
Cases de sucesso Criptomoedas

Corrida das corretoras para se tornarem um banco digital

Diversas corretoras de investimentos e de criptomoedas, como Mercado Bitcoin, XP Investimentos, Brasil Bitcoin e outras, estão criando seus próprios bancos digitais ou oferecendo serviços e produtos financeiros aos seus clientes.

Essa solução tem sido muito procurada, pois entrega diversos benefícios para a corretora e uma forma mais prática para o usuário utilizar seus lucros no dia-a-dia na plataforma da corretora.

Neste texto, você entenderá como começou essa corrida, todas as corretoras que estão participando, porque as corretoras querem criar seus próprios bancos digitais e quais as vantagens.

Linha do tempo

A corrida das corretoras se iniciou recentemente, em 2019, e avança em ritmo acelerado, cada vez mais corretoras estão lançando seus produtos e serviços financeiros.

Abril de 2019

A Coinbase, uma corretora internacional, foi a primeira a lançar seu cartão em abril de 2019. Em parceria com a Visa, o cartão de débito permite compras em Reais em Bitcoin.

Zeeshan Feroz, CEO da Coinbase UK, diz:

“O que o cartão está tentando mudar é a mentalidade de que a criptografia está escondida, leva dois dias para ser acessada e agora pode ser gasta em tempo real”.

Março de 2020

No Brasil, a Mercado Bitcoin deu o primeiro passo na corrida. Em março de 2020, eles anunciaram sua conta digital MeuBank. 

A exchange possui mais de 1,7 milhões de clientes e a ideia da corretora é oferecer uma experiência de compra e venda de criptomoedas simplificada e mais rápida, evitar a burocracia das instituições tradicionais e reduzir a taxa Selic.

No dia 22 de setembro, em entrevista ao canal courtnay guimaraes no YouTube, Reinaldo Rabelo, CEO da Mercado Bitcoin, contou que deverá liberar a conta digital para os primeiros clientes da exchange ainda esse mês.

Abril de 2020

O Zro Bank surgiu em abril deste ano com uma fusão entre a Bitblue, uma corretora de criptomoedas, e a Coinwise, um gateway de criptomoedas.

O banco digital conta com chat integrado que integra transações em reais e em bitcoins.

Através de uma integração com o Telegram, os usuários do Zro Bank poderão fazer pagamentos e transferências pelo chat, rápido e fácil.

“Acreditamos que, para reinventar o mercado financeiro, é preciso recomeçar do zero. O propósito do Zro Bank é quebrar a barreira que existe na transferência de dinheiro no mundo, gerando inclusão financeira e devolvendo o controle para quem realmente merece, o cliente. Para tanto, criamos um super aplicativo que mira a próxima curva do mercado financeiro.”

Comentou Edisio Pereira Neto, CEO do Zro Bank.

Julho de 2020

A XP Investimentos anunciou em julho seu cartão de crédito e seu programa de cashback em investimento.

O produto já está sendo testado e estimativa da corretora é começar a disponibilizar o cartão a partir do quarto trimestre deste ano.

“Queremos revolucionar o mercado de cartões de crédito no país da mesma forma que fizemos com os investimentos. Acreditamos que podemos transformar o segmento e mostrar que os cartões também podem ser um aliado para aumentar o potencial dos clientes como investidores”

Disse o CFO da XP Investimentos.

Também nesse mês, a NovaDAX lançou sua conta digital e um cartão pré-pago.

“Nossa visão é facilitar a vida dos consumidores por meio de serviços financeiros mais inteligentes, rápidos e intuitivos, desenvolvendo soluções em um serviço unificado.”

Comentou Beibei Liu, a CEO da NovaDAX

A ideia da corretora é habilitar sua conta digital e cartão em setembro

A Brasil Bitcoin também divulgou neste mês que entrou na corrida! Apesar de não existir uma data definida para o lançamento, em breve a solução deles já deve estar funcionando.

Setembro de 2020

A Kraken é a primeira corretora de criptomoedas autorizada a virar um banco nos EUA. O que permitirá aos clientes da corretoras realizar operações como pagamento de contas, recebimento de salários e transferências bancárias em criptomoedas e moedas nacionais.

Em um comunicado oficial, a exchange afirmou:

“Desde o pagamento de contas e recebimento de salários em criptomoedas até a incorporação de ativos digitais em carteiras de investimento e negociação, a Kraken Financial permitirá que os clientes da Kraken nos EUA façam transações bancárias sem problemas entre ativos digitais e moedas nacionais”

A Kraken começará oferecendo esses serviços somente nos Estados Unidos, mas ainda não há uma data para isso.

A última a entrar para a corrida foi a BTG Pactual, ao lançar duas plataformas, o BTG+, um banco digital para pessoas físicas, e o BTG+ Business, para empresas.

No momento, o BTG+ já disponibilizou para seus clientes do BTG Pactual uma conta corrente para fazer pagamento de contas, boletos, transferências e outras funcionalidades.

Além disso, junto com a conta, eles disponibilizaram cartões de crédito e um programa de fidelidade com cashback, um percentual das compras feitas com o cartão é revertido para um fundo de investimento.

A partir de janeiro, o BTG+ pretende oferecer a abertura de contas para todos os interessado.

O Nubank, um banco digital, fez o movimento contrário ao das corretoras. Eles compraram a Easynvest, uma plataforma de investimentos financeiros.

Essa integração permitirá que a conta digital do Nubank tenha mais opções de investimentos e para quem já investia na Easynvest, agora terá uma forma mais prática para utilizar seu dinheiro no dia a dia.

A operação já gerou impacto no mercado! No mesmo dia da compra, 11 de setembro, a XP Investimentos que avança com a criação do seu banco digital, anunciou que irá reduzir a taxa de corretagem em cerca de 75% para plataforma e a Rico Investimentos irá zerar a taxa em sua plataforma.

Por que criar um banco digital?

Existem diversos benefícios para uma empresa ao criar seu banco digital, redução dos custos bancários, novas fontes e aumento de receita, aumento do volume transacional, aceleração da transformação digital, fidelização dos clientes e atração de novos clientes

E esses benefícios são para todos os tipos de empresas, se você quiser ler mais sobre outros mercados, acesse aqui nosso post.

Mas ainda existem mais benefícios específicos para as corretoras!

Especialmente para corretoras de criptomoedas a relação com os bancos sempre foi delicada. Os bancos brasileiros simplesmente fecham as contas de corretoras, muitas vezes sem aviso prévio, as impedindo de receber e enviar transferências de seus clientes. E os usuários da corretora também sofrem com isso, pois têm suas contas encerradas quando o banco vê vínculo com esse mercado.

Ao criar seu próprio banco digital, a corretora não fica mais refém dos bancos e ganha facilidade nas suas operações para tornar mais simples a compra e, principalmente, a facilitar a utilização do lucro no dia-a-dia, que pode ser feita na plataforma da corretora.

Como criar um banco digital?

Algumas das corretoras, como o Mercado Bitcoin e a XP Investimentos, estão desenvolvendo toda a tecnologia do seus bancos digitais por conta própria. 

Mas já existem empresas especializadas em ajudar outras empresas a criarem seu próprio banco digital, essa solução é conhecida como BaaS (Banco como um serviço).

Como a Atar B2B que oferece soluções de BaaS para diversas varejistas e corretoras e cria um banco digital white label a partir de 30 dias. 

Já oferecemos serviços financeiros para a Braziliex, Brasil Bitcoin, PagCripto, Stratum, Cointrade e outras.

E além de possuirmos uma conta digital completa white label, também possuímos um home broker para mobile white label, estamos participando do Pix e atendemos a toda regulação vigente do Bacen para Instituições de Pagamento, inclusive a geração do relatório IN188 para corretoras.

Quer receber todas as novidades dessa corrida? Então cadastre-se aqui:

* Campos obrigatórios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *