Categorias
Pix

O Pix vai acabar com a TED, DOC, boleto e cartão?

O Pix, novo meio de pagamento que vai estar disponível a partir de 16 de novembro, permitirá transferências e pagamentos instantâneos, 24 horas por dia, 7 dias por semana e com custos menores. 

Devido à esses benefícios, muitos acreditam que o Pix vai acabar com a TED, DOC, boleto e cartão, mas será que isso vai acontecer mesmo?

Confira um comparativo com cada um desses meios de pagamento.

TED e DOC 

Atualmente, as TEDs e DOCs funcionam apenas em horário comercial, a compensação na conta de destino não é instantânea (pode levar até um dia útil) e possuem custos altos que variam conforme a instituição financeira.

Com o Pix, esses problemas não existem, por isso acredita-se que muitos usuários irão migrar para o Pix e deixarão de fazer TEDs e DOCs.

E essa redução tende a acontecer gradualmente aos poucos, visto que haverá um tempo para adoção e adaptação ao novo meio de pagamento.

Boleto

As compras por boleto também devem ser reduzidas com o lançamento do Pix, pois através dele, qualquer empresa poderá gerar um QR Code ou link de pagamento com valor, prazo para pagamento, desconto e até juros definidos para cobrar seus produtos e serviços.

A principal vantagem é que a compensação será automática, sem o prazo de até 3 dias úteis do boleto e a segurança nessa transação é maior.

Porém grande parte da população brasileira ainda é desbancarizada, ou seja, não tem conta bancária e utiliza o boleto para pagar suas contas na lotérica. O que não dará para fazer com o Pix, pois é necessário ter conta em uma instituição financeira ou de pagamento participante do sistema para receber e transferir.

Então, essa migração do boleto para o Pix pode demorar. 

Cartão

Os cartões de débito e até as maquininha de cartão podem ser gradualmente substituídos pelo Pix, porque o pagamento poderá ser feito apenas com o celular, escaneando o QR Code no estabelecimento.

Essa nova forma de pagar será vantajosa tanto para o cliente quanto para os lojistas. Pois não haverá custos para pessoas físicas, não será mais necessário o uso do cartão de plástico e o custo do lojista para receber esse pagamento será menor que a taxa da maquininha.

As compras online também poderão ser feitas através do Pix, pois é possível gerar um link de pagamento e disponibilizar no site.

Já o uso de cartões de crédito, que possuem limite de crédito e permitem compras parceladas, deve se manter o mesmo, pois essas funcionalidades ainda não estão previstas para o Pix.

E vale lembrar que o brasileiro está muito acostumado a utilizar o cartão e grande parte dos comércios já possuem maquininhas para aceitá-los. Estes meios de pagamento tendem a conviver por um tempo. A mudança para o Pix dependerá do conhecimento desta nova forma de pagamento pelas grandes massas e será também uma mudança de hábito.

Comente aqui o que você acha que acontecerá com a TED, DOC, boleto e cartão após o Pix estar disponível e se você lembra de mais algum impacto que o Pix causará!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *