Ele é a promessa de uma verdadeira revolução no gerenciamento de pagamentos comerciais. Amado pelos empreendedores, lojistas e prestadores de serviços, o Pix Cobrança é uma alternativa aos boletos ou um complemento no caso dos boletos híbridos. Ele promete também trazer vantagens em relação ao pagamento com cartão.

Mas afinal, o Pix Cobrança está com essa bola toda? Quais são suas vantagens em relação ao boleto? Quais são as tarifas praticadas pelo mercado? Este artigo busca esclarecer estas e outras dúvidas, bem como auxiliar no processo de implementação do Pix em seu sistema ou negócio.

O que é Pix Cobrança?

O Pix Cobrança é uma modalidade criada pelo Bacen (Banco Central do Brasil) projetada para atender as necessidades das empresas. Ele é entendido como uma alternativa ao clássico boleto bancário.

Essa tecnologia é possível graças ao QR Code dinâmico que carrega em si uma grande quantidade de informações. Diferente do Pix convencional comumente utilizado para transferências entre indivíduos no qual o usuário pode especificar apenas valor e descrição, com o Pix Cobrança, a empresa pode definir todas as variáveis de um boleto como valor, data de vencimento, juros, descontos e multas em caso de atraso. Além de identificadores que permitem controle de estoque e outros gerenciamentos.

Tudo isso com o maior benefício deste método de pagamento – a confirmação instantânea. Unida à conciliação bancária automática, isso faz do Pix Cobrança uma possível alternativa, inclusive, ao pagamento com cartão para alguns modelos de negócio.

Esse novo meio de pagamento poderá ser usado tanto no e-commerce como em pontos físicos de venda.

Como funciona o Pix Cobrança?

Um fato não tão conhecido pelo grande público é que, desde o lançamento do Pix, existem dois tipos básicos de QR Code: o que QR Code estático e o QR Code dinâmico.

Existe uma diferença conceitual básica entre ambos. O QR Code estático pode ser utilizado diversas vezes por pagadores diferentes enquanto o QR Code dinâmico pode ser utilizado apenas uma vez.

O Pix Cobrança é possível graças ao QR Code dinâmico. Essa funcionalidade permite com que qualquer empreendedor emita um QR Code personalizado, especificando valor, identificador, descrição, data de vencimento, data de expiração, descontos e juros ou multa (caso o pagamento esteja atrasado).

Também é possível gerar QR Codes com vencimento futuro – o que torna o serviço ideal para aqueles que trabalham com planos de assinatura ou mensalidade. Automações também podem ser desenvolvidas por meio de soluções fornecidas via API.

Lembrando que o QR Code é a representação visual do código (string) do Pix Copia e Cola. Sendo assim, quando falamos em QR Code, falamos também da possibilidade de pagamento por meio deste código alfanumérico. 

Tarifas

Quanto o Pix Cobrança custa para o empreendedor? Quais são as taxas do Pix Cobrança? Esta é uma pergunta inevitável.

Em resumo, segundo o Banco Central, o Pix deve ser gratuito para pessoas físicas pagadoras, assim como MEIs e empresários individuais (EI). É importante ressaltar que, mesmo para estes indivíduos, receber Pix pode ser tarifado em caso de contrapartida a uma atividade comercial ou prestação de serviço como:

  • Recebimento de mais de 30 Pix por mês;
  • Recebimento com QR Code dinâmico;
  • Recebimento com QR Code de um pagador pessoa jurídica;
  • Recebimento em conta definida em contrato que é usado exclusivamente para fins comerciais.

Pessoas jurídicas dos demais tipos são suscetíveis a taxação direta a depender da instituição financeira que está fornecendo o serviço de pagamento. Essa tarifa pode ser cobrada ao fazer e/ou receber um Pix. O modelo de precificação – custo fixo ou percentual – podem ser definidos pelas instituições.

O Bacen sempre fez questão de enfatizar sua intenção de estimular a competitividade através do Pix, criando cenários que instiguem o desenvolvimento de soluções inovadoras e sustentáveis.

A Atar B2B traz ao mercado um modelo otimizado para sua necessidade. Se você deseja inserir o Pix Cobrança em sua plataforma, não deixe de ouvir nossa proposta. Clique aqui e saiba mais!

Vantagens do Pix Cobrança

Com o Pix Cobrança, o empreendedor, além de economizar, melhora o fluxo de caixa e ainda tem um considerável ganho logístico, já que essa modalidade de pagamento não depende de prazo de compensação. Abaixo, confira as vantagens do Pix Cobrança:

Possibilidades

A geração de QR Codes dinâmicos com vencimento futuro torna o serviço ideal para aqueles que trabalham com planos de assinatura ou mensalidade. Vale lembrar que essa nova funcionalidade pode ser usada tanto em lojas físicas quanto no e-commerce.

Velocidade

Além da confirmação do pagamento ser instantânea semelhante ao pagamento com cartão, tanto o cliente quanto o lojista não precisam ficar esperando o prazo de compensação que é exigido no boleto. Se um cliente compra na sua loja e paga com boleto com vencimento daqui a uma semana, além desse prazo é preciso aguardar o período de compensação, que normalmente oscila entre um e dois dias úteis. Com o Pix Cobrança, o valor fica disponível para o varejista, por exemplo, assim que o cliente efetuar o pagamento.

Custo

O Pix tem um custo muito mais competitivo, especialmente em comparação às taxas de emissão de boleto que podem variar entre R$ 3,00 e R$ 8,00 a depender da instituição financeira. O seu negócio também sai ganhando em termos de custos operacionais. 

O arranjo de intermediários necessários para operar o Pix costuma ser menor que o arranjo da operação de pagamento com cartão. Em diversos casos, esta redução de complexidade e de número de participantes pode tornar a operação mais barata se comparada ao pagamento com cartão. Um exemplo é o custo de MDR existente nas compras com cartão por meio das maquininhas inexistentes nas transações via Pix Cobrança.

Como implantar Pix Cobrança?

Se você conta com sistema de automação ou uma plataforma digital no seu negócio, conheça a API Pix. A integração do Pix com sistema de automação ocorre por meio da API Pix, que facilita a geração dos QR Codes e a conciliação dos pagamentos.

A API Pix surgiu para facilitar e automatizar a interação entre as instituições financeiras e de pagamentos que ofertam Pix e usuários que recebam pagamentos. Ela as seguintes contempla funcionalidades:

  • Criação e gestão de cobranças;
  • Verificação de liquidação;
  • Conciliação e suporte a processos de devolução.

Como integrar a API do Pix

A oferta da API Pix é facultativa, portanto, nem toda instituição participante do Pix oferta esse serviço. A Atar B2B é participante indireta do Pix e colocamos à sua disposição todas as operações que envolvem esta nova tecnologia. 

Boleto híbrido: como colocar Pix Cobrança no seu boleto

Vem sendo chamado de boleto híbrido o boleto com código de barras e QR Code. A inclusão do QR Code no boleto também é possível por meio dos parâmetros fornecidos pela API Pix.

Como contratar o Pix Cobrança?

Use nossas APIs de tecnologia financeira e construa a solução financeira que você desejar. Conte com uma rica coleção de produtos e serviços financeiros que você pode utilizar dentro do seu negócio para torná-lo mais eficiente.

Atendemos toda a regulação do Banco Central, já ganhamos mais de 10 prêmios e nossos clientes PJ já transacionam para mais de 400 mil contas usando nossos serviços. Conte com a assessoria de quem está há 8 anos no mercado financeiro. Solicite contato no botão abaixo para saber mais sobre essa solução!

Sobre os autores

James Raul Withoeft
James Raul Withoeft
Coordenador de Marketing em | LinkedIn | Mais publicações

Possui formação em Comunicação Social com habilitação em publicidade e propaganda e vasta experiência em branding, direção de arte publicitária, design gráfico, projetos editoriais, CX, UX e UI.