Qual é a diferença entre KYC e KYP? O que significa Adquirência? Qual o significado de Compliance? Afinal, o que é liquidação? Chega de mistérios e confusões sobre o vocabulário do mercado financeiro. Seja bem-vindo(a) ao glossário fintech mais completo que você já viu!

Neste artigo, você encontrará conteúdo relacionado ao mercado financeiro. Caso seu interesse seja o universo empreendedor, confira aqui as expressões mais comuns do mundo das startups.

Temos uma dica: use o buscador do seu navegador para ir direto à palavra que deseja encontrar. Normalmente, esta funcionalidade está disponível pelo atalho Ctrl+F.

Adquirência

É a operação de liquidação financeira por meio de cartões de crédito e débito, conectando as bandeiras (Visa, Mastercard, Elo, etc) e os bancos. 

ATM

Sigla para Automatic Teller Machine. ATM nada mais é do que o aparelho físico que, aqui no Brasil, conhecemos por caixa eletrônico.

Bacen

Acrônimo para Banco Central do Brasil.

Backoffice

A expressão é utilizada para fazer referência aos departamentos administrativos e operacionais de uma empresa. Estes departamentos podem manter pouco ou nenhum contato com os clientes, mas mantém toda a operação funcionando.

Bandeira

São as empresas que regulam o mercado de cartões de crédito. Seu cartão só é aceito em determinado estabelecimento por meio da bandeira, que valida a maquininha (aquela em que você passa o cartão).  Elas orientam como os adquirentes devem processar seus cartões e são responsáveis pela precificação dos diferentes tipos de estabelecimento. No Brasil, pode-se dizer que as mais conhecidas são: Elo, Mastercard, Visa, American Express, Diners Clube e Hipercard.

Banking as a Service (BaaS)

Em português, Banco como um Serviço. Consiste em um conjunto de serviços financeiros disponibilizados para serem consumidos individualmente ou combinados, segundo a necessidade do cliente. O modelo “as a Service” (como um serviço), você usa e paga apenas pelos serviços que precisar, de acordo com a sua demanda. Para saber mais sobre BaaS, confira este artigo super completo.

BID

O Banco Interamericano de Desenvolvimento (em inglês Inter-American Development Bank, IDB) é uma organização financeira internacional  criada com o propósito de financiar projetos de desenvolvimento econômico, social e institucional, assim como promover a integração comercial regional na área da América Latina e no Caribe. 

Bitcoin (BTC)

É uma moeda digital (criptomoeda) que pode pode ser usada em pagamentos e outras transações diversas. Por ser uma criptomoeda descentralizada, é controlada por uma rede peer-to-peer (de pessoa para pessoa), sem depender de bancos centrais oficiais e a segurança das transações é provida pela tecnologia Blockchain.

Blockchain

Cadeia de blocos, em inglês. É um banco de dados compartilhado, onde são registradas as transações. Com esta tecnologia, os dados são transmitidos entre todos os participantes da rede (nós P2P) de maneira descentralizada e transparente. O blockchain é como um livro público de transações, onde múltiplos usuários participam do processo de adição de novas informações à cadeia.

C2C

Consumer to consumer, trata-se do comércio eletrônico que se desenvolve entre usuários pessoas físicas da Internet.

Cash in

Faz referência a qualquer tipo de entrada de recursos monetários na sua conta. Pode ser por meio de uma transferência bancária (Pix, TED), transferência entre contas (P2P), boleto e outros.

Cash Management

É o processo de coleta e gerenciamento de fluxos de caixa. Uma conta cash management é como uma conta de banco, porém com alguns diferenciais que auxiliam a operação de grandes empresas. Alguns destes diferenciais são: acesso via API, comunicação via webhook e automação de operações. Deseja saber mais? Confira tudo sobre conta cash management aqui.

Cash out

Termo comum para fazer referência a qualquer tipo de saque. Uma retirada de valores monetários da sua conta. Um cash out também pode referenciar uma saída por meio de transferências ou pagamentos.

Cashback

Em tradução livre, significa “dinheiro de volta”. É uma dinâmica em que o cliente pode receber uma determinada porcentagem do valor da compra de volta, na forma de bônus. A parcela do valor a ser devolvido ao cliente, assim como o prazo e os demais detalhes do modelo praticado, variam de empresa para empresa.

CIP

A Câmara Interbancária de Pagamentos é a associação responsável por moderar as transações financeiras feitas no comércio eletrônico brasileiro. Sem fins lucrativos, ela integra o Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB), provendo infraestrutura aos movimentos do mercado financeiro.

CNAB

O CNAB (Centro Nacional de Automação Bancária), um recurso padrão da FEBRABAN (Federação Brasileira de Bancos), diz respeito a um padrão que permite que empresas, clientes e bancos troquem informações financeiras de forma digital e dentro de um padrão. Ela é utilizada tanto para o envio quanto para o retorno de informações. Os formatos mais usados para tais fins são: CNAB, OFC, OFX e CSV.

Co-branded

O cartão co-branded é um cartão de crédito de uma empresa emitido em parceria com uma instituição financeira (banco). Nesse tipo de cartão, também conhecido como “cartão de varejo”, ambas as marcas aparecerão: da instituição financeira que emitiu e da empresa que está oferecendo o cartão. Para saber mais sobre os diferentes tipos de cartão, clique aqui.

Compliance

Tem origem no verbo “to comply” que significa agir de acordo com uma regra. Compliance é o conjunto de disciplinas que visam cumprir as normas legais e regulamentares, as políticas e as diretrizes estabelecidas para as atividades de uma empresa no seu mercado, assim como evitar, detectar e tratar quaisquer desvios ou inconformidades.

Conciliação

Um processo de gestão financeira na qual é feita a comparação das entradas e saídas listadas no extrato bancário com o controle interno da empresa. O objetivo da conciliação é corresponder os saldos das contas contábeis com o demonstrado no respectivo extrato bancário da conta corrente. 

Core Bancário

É a infraestrutura tecnológica (back-end) que administra as operações bancárias, considerando um ecossistema de sistemas, parceiros e usuários conectados. Normalmente possui uma interface que permite se comunicar com outras aplicações. Graças ao core bancário, é possível construir uma solução financeira rapidamente, conectando e desconectando parceiros e recursos com facilidade.

Criptomoeda

É uma moeda digital que utiliza a tecnologia blockchain e criptografia para garantir a validade das transações e a criação de novas unidades da moeda. Como criptomoedas populares, podemos mencionar Bitcoin, Ethereum, Ripple e Litecoin.

Cryptocurrency

Criptomoeda, em inglês. Tem a mesma definição de criptomoeda vista acima.

Digital Banking

O termo sugere a atividade das funções bancárias em ambiente digital. As transações com recursos monetários físicos, em ambientes físicos, agora é feito por meio de sistemas digitais. Digital banking permite que bancos, empresas e consumidores tenham acesso aos serviços bancários por meio de plataformas eletrônicas.

ERP

Contração de Enterprise Resource Planning, um sistema que interliga todos os dados e processos de uma organização em um único sistema. Ele considera e conecta diversos departamentos como financeiro, contabilidade, recursos humanos, fabricação, marketing, vendas, compras e todos os demais setores necessários.

Finance as a Service (FaaS)

É o conceito da oferta de serviços financeiros sob demanda (como um serviço). Se difere sutilmente de Banking as a Service (BaaS) segundo as características do serviço em questão. Em diversos momentos, é visto como sinônimo de Banking as a Service.

Fintech

termo surgido da união das palavras financial (financeiro) e technology (tecnologia). São, majoritariamente, startups que trabalham para inovar e otimizar serviços do setor financeiro. Costumam utilizar tecnologia e elevada eficiência nos processos para diminuir custos operacionais e aumentar sua performance no mercado.

Gateway

Gateway de pagamentos é toda a experiência que o usuário vivencia ao pagar pelo produto ao final da compra que acabou de fazer. Envolve toda a experiência de pagamento, a interface com o usuário e toda a infraestrutura de comunicação entre cliente, empresa, banco e intermediários ligados aos meios de pagamento. Saiba tudo sobre gateway de pagamentos neste artigo.

Home Broker

Sistema oferecido por diversas empresas para conectar seus usuários ao mercado de capitais. Através dele é possível enviar ordens de compra e venda de ativos. Ficou interessado? Confira aqui 3 erros muito comuns em um Home Broker.

IF

Acrônimo para Instituição Financeira. É uma organização que intermedia o cliente e algum tipo de serviço do mercado financeiro. Sua finalidade é otimizar a alocação de capitais financeiros próprios e de terceiros.

Internet Banking

Em resumo, é um ambiente bancário na internet. É uma plataforma online que permite ao usuário a consulta de saldo, extrato, transferências, pagamentos e a todos os demais serviços disponíveis.

IP

Instituição de pagamento (IP) é a organização que viabiliza serviços de compra e venda e de movimentação de recursos. Possibilitam realizar pagamentos independentes a bancos e outras instituições financeiras, porém, sem a possibilidade de conceder empréstimos e financiamentos a seus clientes.

KYC

Sigla para Know Your Customer (conheça seu cliente). São as políticas de segurança e esforços, em serviços financeiros, para verificar a identidade de um cliente, assim como a adequação e os riscos envolvidos na manutenção de uma relação comercial com o mesmo.

KYP

Sigla para Know Your Partner (conheça seu parceiro). É todo processo de investigação que assegura a segurança na relação da empresa com seus parceiros.

Liquidação

Liquidação, em essência, é o ato, a efetivação, a conclusão de um pagamento. A liquidação acontece quando o comprador entrega ao vendedor a quantia acordada na negociação.

MDR 

O MDR (Merchant Discount Rate) é a taxa que as empresas pagam para as adquirentes (credenciadoras de cartão de crédito, as famosas maquininhas) para que eles possam aceitar pagamentos por meio de cartão de crédito ou débito. Como exemplo de credenciadoras de cartão, temos: Cielo, Rede, Stone e Getnet.

Mobile Banking

Mobile Banking nada mais é do que o Internet Banking no celular. É a possibilidade de ter todos os serviços, antes só disponíveis nas agências bancárias ou nos caixas eletrônicos, agora no seu próprio telefone móvel.

NFC

Near Field Communication (Comunicação de Campo Próximo). Uma sofisticada tecnologia de radiofrequência utilizada em dispositivos de pagamento por aproximação (contactless), assim como em crachás e chaves de hotel, por exemplo.

Omnichannel

Uma abordagem que consiste no uso simultâneo e interligado de diferentes canais de comunicação, aprimorando, com isso, a experiência do cliente.

Open Banking

Também conhecido como Open Bank, a expressão significa “banco aberto” ou “sistema bancário aberto”. Este foi o nome dado a esta cultura de mercado em que o banco não é mais dono das suas informações. Cada indivíduo deve ser dono de suas informações bancárias e ter controle do seu inventário de dados. Dessa forma, o consumidor de serviços financeiros pode conceder, às plataformas que lhe interessam, acesso às suas informações. Clique aqui para saber mais sobre a realidade do Open Banking no Brasil.

Open Finance

O open finance representa a possibilidade de serviços financeiros serem oferecidos por instituições de diversos setores, não mais exclusivamente bancárias.

P2M

Sigla para Peer to Merchant (Pessoa para Comerciante). Termo em inglês para definir o pagamento ou transferência entre pessoas e comerciantes.

P2P

Sigla para Peer to Peer (Pessoa para Pessoa). Termo em inglês para definir o pagamento ou transferência entre pessoas. 

Payroll

Expressão em inglês para folha de pagamentos. No mercado financeiro, faz referência aos pagamentos em lote – o ato de processar várias transferências de uma só vez, de forma automatizada. Esse processo pode ser chamado de pagamento cumulativo, pagamento em massa, transferência em massa ou ainda payroll.

Private Label

Esse tipo de cartão, também conhecido como “cartão marca própria” ou “cartão de loja”, é emitido por instituições financeiras contratadas por empresas que querem oferecer esse serviço a seus clientes, totalmente personalizado com a marca e identidade dela, sem haver divulgação de quem o produziu. O cartão private label não possui bandeira, ou seja, não tem vínculo com Mastercard, Visa, Elo ou demais bandeiras, por isso seu uso fica restrito apenas para compras em lojas da empresa que oferece o cartão. Para saber mais sobre os diferentes tipos de cartão, clique aqui.

QR Code

Sigla para Quick Response Code que, em português, significa Código de Resposta Rápida. Ele funciona como um código de barras, porém com duas dimensões. Podendo assim, carregar mais informações. Ele pode ser facilmente escaneado usando a maioria dos telefones celulares equipados com câmera e, após lido, é convertido em texto, podendo ser um número, e-mail, endereço URL, entre outros.

Rebates

Palavra comumente usada para tratar de algum tipo de comissão.

SCD

É um modelo de negócio de fintechs caracterizado pela realização de operações de crédito, por meio de plataformas digitais e com recursos próprios. Esse tipo de instituição não pode fazer captação de recursos do público.

Self checkout

Self checkout é uma expressão comum para autopagamento. É um recurso provido por equipamentos eletrônicos onde, em um estabelecimento, os consumidores processam suas próprias compras e fazem seu próprio pagamento, sem o auxílio de operadores de caixa.

SEP

Sociedade de Empréstimo entre pessoas (SEP) realiza operações de crédito entre pessoas, conhecidas no mercado como peer-to-peer lending. Nessas operações eletrônicas, a fintech participa na relação entre credor e devedor, realizando uma clássica operação de intermediação financeira, podendo ou não cobrar tarifas. A SEP, ao contrário da SCD, pode fazer captação de recursos do público.

SPB

O Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB), antes de mais nada, como o próprio nome diz, é um sistema. Um conjunto de procedimentos, regras, instrumentos e operações integradas que dão base à movimentação financeira entre os diversos players do mercado brasileiro. Sua função é permitir a efetivação de transações entre pessoas físicas, jurídicas e entre entidades governamentais.

Split de Pagamentos

Também chamado de “split payment”, é um serviço Banking as a Service que tem por objetivo possibilitar a divisão de um pagamento entre diversos participantes no momento de uma venda, sejam pagamentos presenciais, digitais e via boleto.

Spread

No mercado financeiro, o spread, de forma simples, corresponde à diferença entre o preço da compra e o preço da venda de uma transação financeira.

Spread bancário

O spread é a diferença entre os juros que as instituições bancárias pagam quando você investe seu dinheiro e os juros que cobram de você quando você faz um empréstimo.

Wallet (conta gráfica)

Eventualmente chamada de conta gráfica, digital wallet ou e-wallet (carteira digital ou carteira eletrônica), a wallet faz referência à nossa carteira física, onde guardamos nosso dinheiro e cartões, porém adaptada ao meio digital, em forma de aplicativo. Ela costuma ser diferenciada de conta digital, que traz consigo possibilidades equivalentes a uma conta bancária.

White Label

Um produto White Label (do inglês, “etiqueta branca”) é um produto (ou serviço) que pode ser comprado, personalizado e oferecido no mercado com a marca e a identidade visual da empresa que está promovendo o produto. Confira também: 4 motivos para ter um cartão white label.

Withdraw

É o saque ou retirada de dinheiro de uma conta. Expressão semelhante ao cash out, porém mais restrito ao ato de tirar para si o recurso que estava na conta.